Ambiente Corporativo, Consultoria, Custos, Financeiro, Geral, Gestão

Benefícios da Gestão de Custos

Olá, prezados leitores. Essa semana seguimos postando artigos de nossos parceiros estratégicos. O autor do post de hoje é o Sr.Marcos Leite, sócio da empresa Artsoft Sistemas desde 1996, responsável pela área de Marketing e Vendas da empresa. Boa leitura!

Gestão de Custos

Lucro, lucro, lucro. Para a maioria dos empreendedores, essa é a palavra-chave para o sucesso do negócio. É um pensamento simples, afinal de contas, quanto mais conversões realizarmos, maiores serão as receitas, certo? Acontece que nem sempre aumentar o caixa é a prioridade dentro de uma empresa. Apesar do contrassenso, muitas vezes a correta gestão dos custos deve ser um passo dado antes mesmo de aumentar as suas vendas, principalmente se a sua empresa está inserida em um mercado competitivo.

Processos onerosos, matérias-primas caras e até mesmo aluguéis acima do normal, podem afetar e muito um negócio. Em alguns casos, os descuidos podem levar o empreendedor à falência, simplesmente por esse ser um grande entrave ao planejamento e à gestão financeira. Por isso, resolvemos abordar nesse post esse tema de extrema importância na administração de qualquer empreendimento. Conheça a seguir a importância e os benefícios da gestão de custos.

Diminuindo os riscos do negócio

Nem sempre um faturamento muito alto é sinônimo de um negócio saudável. Sua empresa pode realizar um volume muito grande de vendas, por exemplo, mas para isso também arcar simultaneamente com uma grande quantidade de custos, o que irá diminuir a lucratividade. Nesses casos, o risco para o empreendimento é muito grande já que, caso ocorram quaisquer sazonalidades negativas que levem ao baixo consumo dos produtos ou serviços da sua empresa (por motivos econômicos ou mercadológicos), o impacto financeiro será muito maior. Muitos casos de falência ocorrem por este motivo.

Precificação e competitividade

A competitividade é outro motivo para gerir os custos da sua empresa, principalmente se ela está inserida em um mercado saturado. Nesse caso, um dos grandes diferenciais para o posicionamento da sua marca é a precificação e só é possível fazer boas ofertas para o consumidor se você não realiza muitos custos para colocar os produtos à disposição. Para diminuir os custos da sua produção, você deve dar atenção aos custos variáveis (como as matérias-primas, estoques e comissões).

Alcançando o Ponto de Equilíbrio

Esse é um termo muito comum nas finanças, e todo empreendedor deveria dar atenção a ele. O Ponto de Equilíbrio é alcançado quando a empresa consegue arcar com todos os seus custos fixos em um determinado período. Em outras palavras, estamos nos referindo às contas mensais do negócio, como os salários, o aluguel do escritório, a água, dentre muitas outras. Quanto mais rápido a empresa “se pagar”, mais rápido conseguirá gerar lucros, por isso, é fundamental cortar quaisquer supérfluos, gerir os processos de forma eficiente e reduzir gastos desnecessários que não estejam ligados à produção.

Atingindo a eficiência

Por fim, o conceito de eficiência deve ser aplicado em qualquer empresa. É preciso que o empreendedor entenda que cada tipo de ação tomada requer uma quantidade determinada de custos, nem mais, nem menos. Encontrar esse equilíbrio é agir com eficiência. Quanto menos desperdiçar, mais a empresa irá lucrar, por isso, é preciso conhecer bem o mercado e pesquisar bastante quais são os impactos financeiros de qualquer tipo de ação antes de tomar uma decisão.

Você já faz uma correta gestão de custos na sua empresa? Acesse o nosso blog e fique por dentro de mais dicas!

Boa semana e fica a dica!

Equipe Priority Partners

www.p1p.com.br

Author


Avatar